1 dia em Interlaken - Suíça

Interlaken - Suíça

Data: 24/10/2015

Hotel: Central - Continental

CONTINUAÇÃO DO POST 1 DIA EM MONTREUX. PARA VER NOSSA AVENTURA, CLIQUE AQUI.


14º dia:

Chegamos na estação de trem de Montreux por volta das 10:30 e nosso trem era às 10:48. Não precisamos comprar ticket por causa do Swisspass

Saímos então de Montreux às 10:48 e chegamos em Lausanne às 11:10. Depois saímos de Lausanne às 11:20 e chegamos em Bern às 12:26. Saímos de Bern às 12:34 e finalmente chegamos em Interlaken Ost às 13:28. 

Além desse cata corno horrível que passamos de novo, e que se não me engano foi o último, saltamos na estação de Interlaken errada. Antes da estação de trem Interlaken Ost, tem a estação Interlaken West, que fica mais próxima do nosso hotel, porém eu esqueci de olhar no Google e acabamos saltando na outra. Resultado: pegamos um taxi que deu CHF17. 

Um dos passeios mais popular de Interlaken e da Suíça é a ida ao Top of the Europe - Jungfraujoch, porém o passeio leva de 6 a 8 horas e além de não termos esse tempo, minha mãe estava traumatizada com montanhas de neve. Outro passeio que não fizemos foi o passeio de barco pelo Lago Brienz, que provavelmente está incluído no Swisspass, mas é bom conferir.

Chegamos no Hotel Central Continental por volta de 14:30, fizemos check in e saímos novamente para conhecer o Harder Kulm (é uma cremalheira que leva até um deck com 1322m de altura onde se tem uma vista espetacular da cidade). O hotel era bem bonitinho e tinha café da manhã incluído. Ficamos em uma suíte com varanda que tinha uma vista linda! 






Saímos do hotel e fomos em busca do Harder Kulm. Fomos caminhando mesmo, mas foi uma boa caminhada. No caminho, passamos por um Mc Donald's e comemos um sanduíche qualquer só para enrolar a fome, pois tínhamos hora para chegar, se não fechava.

Chegamos lá uns 30 minutos depois, compramos o bilhete que custou CHF14,00 por pessoa e subimos. A vista de lá de cima, logo que chegamos, já surpreende. 

Andamos por uma "trilha" (que não tem nada de trilha, mas também não sei explicar o é... acho que posso chamar de caminho... rsrsrs) que nos levava até o deck. Por esse caminho, dava vontade de parar a cada 1m para tirar uma foto. 


Mais na frente, tem um deck com uma vista espetacular e na parte "firme" (rsrs) tinha um restaurante bem bonitinho tocando música ao vivo. 



No deck, pra completar a bagunça, ainda tinha uma vaca, daquelas tipo da cow parade que teve no Rio, não sei quem lembra... e minha mãe cismou que eu tinha que tirar foto com a vaca (não, eu não vou postar minha foto com a vaca).... ¬¬



Tava bem cheio, mas ainda assim tiramos bastante fotos, fizemos selfies e depois sentamos num banco que tinha para ouvir a música e descansar um pouco. 



Ficamos mais um tempinho lá em cima, e resolvemos descer por volta de 18:30. Conversando com a maquinista da cremalheira, descobrimos que aquele foi o último dia de funcionamento do Harder Kulm, que no dia seguinte ele fecharia para o inverno e só reabriria em março, se não me engano. Isso é o que eu chamo de sorte.... Teria ficamos muito triste se não tivesse conseguido ir, mas que bom que deu tudo certo!

Saímos do Harder Kulm e voltamos andando, só que agora com calma para ver os lugares. Logo que saímos, atravessamos uma ponte e demos numa pracinha com umas árvores lindas, todas coloridas por causa do outono! 



Nossa primeira parada foi no Casino Kursaal. Não entramos no Cassino, mas só a entrada dele já é bem legal. 



Ainda no caminho, passamos pelo Höhematte Park, onde várias pessoas estavam descendo de parapente. 



Cansadas de andar e roxas de fome, resolvemos parar para jantar. Já tínhamos passado em frente a um Hooters, que eu AMO! Pedi a minha mãe para irmos lá e ela topou! 

Pedimos um sanduíche, umas quesadilhas e onion rings. Como não poderia ser diferente, estava tudo MARAVILHOSO (ai como eu amo o Hooters)!! A conta deu CHF 50 para nós duas mais ou menos. Saímos de lá rolando de volta para o hotel. 

No caminho ainda encontramos um monte de lojas de tranqueiras (souvenires) e entramos em todas elas! Minha mãe nem gosta.... POUCO! 

Chegamos no hotel já tarde e capotamos! 


15º dia:

Acordamos e tomamos café. O café da manhã era muito gostoso! Arrumamos nossas coisas e fomos para a estação de trem de Interlaken West para continuarmos nossa viagem para Bern, a capital Suíça. Finalmente pegamos um trem que fosse direto!!!!! Pegamos o trem das 13:05. 

Próxima parada: Bern. Para ver o post, clique aqui

Para ver o resumo da viagem, com o link de todas as cidades visitadas, clique aqui.

1 dia em Montreux - Suíça

Montreux - Suíça
Montreux - Suíça

>>Introdução

Dando continuidade à Eurotrip, nossa próxima parada foi em Montreux, uma cidade bem diferente das outras e que tem como língua oficial o francês. Montreux é famosa porque foi a cidade que Freddie Mercury escolheu para viver após descobrir que era HIV positivo. Ele compôs a música "A winter´s tale" em homenagem a cidade! 
Let´s get started!

E para ver o resumão maroto da viagem, com todas as cidades visitadas e seus respectivos links, é só clicar aqui